A vida como ela é

A vida como ela é

 

"Autism" "Autismo" "papo de mãe" "mãe" "azul"

Então é Natal !

E como sempre acontece nesta época do ano, sou tomada por um sentimento incontrolável de nostalgia…
Começo a sentir saudades do ano que ainda não foi embora…
Sinto falta de tudo aquilo que deixei de fazer…
E prometo, à mim mesma, que no próximo ano, farei…
Perfeccionista, me cobro até o último fio de cabelo por pensar que poderia ter feito muito mais pelo meu filho.
Pois, em meu íntimo, penso que tudo o que fiz não foi o suficiente.
Sinto aquele inconfundível nó na garganta … “aquele” que sempre sinto quando estou prestes a chorar e fico tentando, sem sucesso, conter as lágrimas.
Desde garotinha, nunca foi boa nisso, sabe ?
Fracassei todas as vezes em que tentei segurar o pranto.Não era à toa que me chamavam de “manteiga derretida”!
Ver o calendário chegar ao fim SEMPRE me trouxe um sentimento intenso, exacerbado…
Sentimento este que NÃO pode e nem deve ser rotulado como tristeza ou pesar, mas que , ao mesmo tempo, não consigo definir com exatidão.
Muitas vezes, me pego pensando que, em alguns momentos, as palavras não conseguem exprimir a grandeza e a intensidade de nossos sentimentos.
Em momentos assim, não basta dizer ou muito menos escrever.São momentos que devem “apenas” ser vividos, sentidos, amados com todas as nossas forças.
E que devem ser chorados também !!!! E, eu pergunto, PORQUE NÃO ?
Porque devo reprimir minhas lágrimas ? Porque devo evitar meu pranto ?
O pranto nem sempre significa dor ou tristeza .
Afinal, um outro ano se aproxima, e com ele um calendário novinho, com dias ainda em branco, para que possamos escrever nossa história .
Um ano que vai e outro que chega, partidas e chegadas. A vida é feita de momentos de felicidade, de tristeza, de amor, de angústia, de medo e de esperança!
A vida como ela é!
Enquanto escrevo estas linhas, João Pedro se aproxima. Por alguns instantes, ele apenas me observa chorar enquanto digito.
Repentinamente, pergunta: ” está triste, mamãe ?”
Meneio a cabeça, negativamente .
Então, me causando surpresa, ele diz afirmando: “ah , já sei! Está chorando por que está sentindo uma grande emoção!”
É isso, meu filho. Meu anjo azul !!!!
Passei toda uma tarde, procurando sem encontrar uma palavra para definir meu estado de espírito, e você, em sua simplicidade, exprime de forma perfeita o que eu não fui capaz de fazer…
Uma grande emoção ….
E o que é a VIDA, senão uma grande emoção ???
Feliz Natal à todos nós !

Denise Aragão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: